Busca

Parfor Presencial Uneb

Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica aplicado na Universidade do Estado da Bahia

Tag

Plano Nacional de Formação

UNEB sedia Fórum Nacional de Coordenadores Institucionais do PARFOR

Com Colaboração de Rhamayana Barreto

Representantes de Instituições de Ensino Superior (IES) de todas as regiões do país reuniram-se nos últimos dias 04 e 05/julho, no Hotel Vila Velha, em Salvador, para a IV Reunião do Fórum Nacional de Coordenadores Institucionais do PARFOR. A Universidade do Estado da Bahia sediou o evento, que contou com a participação de cerca de 50 Coordenadores Institucionais do PARFOR de todo o país para discutir e deliberar sobre os principais temas que envolvem a formação de professores no cenário atual, entre eles, a Política Nacional de Formação de Professores da Educação Básica e a Base Nacional Curricular Comum (BNCC).

O Presidente do Fórum Nacional de Coordenadores Institucionais do PARFOR (FORPARFOR), Márcio Nascimento, ressaltou a importância do evento para a articulação e o fortalecimento das coordenadorias do PARFOR: “É um momento de crise política e econômica, de cortes importantes em políticas e programas de educação, por isso, precisamos fortalecer nosso Programa e fazer deste evento um ato político”. Ele afirmou ainda que o PARFOR não é um programa que pode ser cortado sem consequências graves para a educação, pois vem formando docentes em diversos municípios do país.

A Pró-Reitora de Ensino de Graduação da UNEB, Káthia Marise Borges esteve presente no evento e destacou o papel da UNEB na interiorização da educação superior no Estado e a capilaridade do PARFOR, que atinge todas as regiões da Bahia e já formou mais de 17.000 professores em exercício. “Programas como o PARFOR têm fortalecido e ampliado o debate institucional e o compromisso das universidades em formar professores para a educação básica e a formação de professores é uma ação que nos caracteriza e nos é prioritária”, enfatizou.

A troca de experiências e saberes foi a expectativa mais compartilhada entre os participantes do evento, como afirmou a Coordenadora do curso de Pedagogia do PARFOR-PARÁ, Maria Ludetana Araújo: “aprender mais e fortalecer minhas ações através da troca de experiências e práticas, percebendo como meus colegas, em suas regiões, venceram e superaram seus desafios”.

O PARFOR da Bahia é um dos maiores do Brasil. Ele vem se destacando em números e ações e tem um papel importante na formação e interiorização de professores no Estado, atesta a professora Hilda Ferreira, Coordenadora do Programa na UNEB. Para ela, receber um evento desse porte na Universidade é um reconhecimento do trabalho desenvolvido na formação de professores e também do protagonismo da Bahia nessa formação.

Parfor Presencial Uneb emplaca mais 3 cursos!

No último dia 04/julho, o Governo do Estado da Bahia reconheceu três cursos do  PARFOR PRESENCIAL UNEB. Através do Decreto 16.815, o governador sancionou a Licenciatura em Letras oferecida em parceria com a Prefeitura Municipal de Cotegipe no município de Barreiras. Por sua vez, o Decreto 16.817 contemplou a Licenciatura em Pedagogia facultada pela Universidade do Estado da Bahia no Campus XII em Guanambi. Já o 16.819 reconheceu a Licenciatura também em Pedagogia, concedida através de convênio com a Prefeitura Municipal de Crisópolis.

O curso de Letras possui carga horária de 3.470 horas, 50 (cinquenta) vagas, disponibilizadas em oferta única, na modalidade Fora de Sede. A Licenciatura em Pedagogia do Campus XII, que está sendo ofertada na na modalidade presencial modular, apresenta carga horária de 3.745 horas, com oferta de 100 (cem) vagas. De forma semelhante, a graduação em Pedagogia disponibilizada pelo Departamento de Educação do Campus II conta com carga horária de 3.745 horas, possuindo 50 (cinquenta) vagas em oferta única.

Os cursos foram submetidos este ano ao Parecer do Conselho Estadual de Educação sob as numerações 120, 133 e 92, respectivamente. Eles fazem parte do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica aplicado na UNEB, com vistas ao atendimento das determinações da Lei de Diretrizes e Bases (LDB), que preconiza a adequação da formação de todos os professores que atuam na educação básica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

PARFOR emplaca mais um reconhecimento no CEE!

O PARFOR PRESENCIAL UNEB teve mais um curso reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação. Atendendo ao Parecer da Câmara de Educação Superior, o CEE aprovou em 07/junho o Curso de Licenciatura em Letras oferecido pelo PARFOR no município de Cotegipe.

São mais 50 vagas no Ensino Superior à disposição de professores que atuam na educação básica para que possam adequar a sua formação ao que determina a Lei de Diretrizes e Bases (LDB).

Brindemos! 😀

Parecer CEE 120.2016 - Reconhecimento do curso de Licenciatura em Letras em Cotegipe

Atenção, docentes: tem premiação na área!

Vencedores receberão troféu, prêmio em dinheiro e publicação de trabalhos; prazo é até 15/ago.

Os docentes que atuam no Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) na Universidade do Estado da Bahia – UNEB já podem se inscrever para concorrer ao Prêmio Prof.º Rubens Murillo Marques. Com prazo até o dia 15/ago, o concurso é uma iniciativa da Fundação Carlos Chagas (FCC) e tem como objetivo a divulgação e valorização de experiências educativas inovadoras, sugeridas e efetivadas no ano imediatamente anterior ou até junho do ano corrente por docentes dos cursos de licenciatura na formação de professores para a educação básica.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente via internet no endereço http://www.fcc.org.br/fcc/premio-professor-rubens-murillo-marques/inscricao. Cada professor só poderá enviar um projeto; nos casos em que a experiência tenha sido desenvolvida em parceria, apenas um docente deverá inscrevê-la. As propostas vencedoras serão agraciadas com um prêmio em dinheiro, a publicação dos trabalhos na Coleção Textos FCC e com um troféu – que é a replica de uma escultura da artística plástica Vera Lucia Richter, abrigada no jardim interno da Fundação.

O prêmio surgiu como forma de homenagear o Prof.º Dr. Rubens Murillo Marques, um dos fundadores da FCC. Implementador do primeiro Bacharelado em Estatística no Brasil, Marques possui notável trajetória acadêmica, sendo desde 2010 o Presidente de Honra da Fundação Carlos Chagas.

Maiores informações sobre os critérios de avaliação e premiação, formatação, autorizações e outros dados, estão disponíveis no regulamento. Ou, se preferir, acesse o edital.

:D

Esse é daqueles momentos que fazem todo o esforço ter valido a pena… Formar uma turma é concretizar sonhos e ampliar horizontes! Parabéns para todas as graduandas em Pedagogia pelo Parfor Presencial Uneb em Ipirá… Isso é só o começo!

convite autoridade fim 2

Parfor entrega Brinquedotecas em Departamentos da UNEB

A partir de 25/mar, treze departamentos da Universidade do Estado da Bahia – UNEB passaram a receber as Brinquedotecas fornecidas pelo Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica (PARFOR). Ação articulada entre a Coordenação Geral do PARFOR e a Secretaria Especial de Licitações, Contratos e Convênios (SELCC) o ato tem como meta garantir a todos os alunos dos cursos de Licenciatura da universidade o acesso aos laboratórios de educação.

Difundidas na Europa nos anos 60 com o objetivo inicial de subsidiar o empréstimo de brinquedos, as Brinquedotecas foram estabelecidas no Brasil a partir dos anos 80. Por sua vez, a adoção nas atividades de docência em instituições educacionais mostrou-se imprescindível, dado que estas estruturas propiciam uma incontestável estimulação cognitiva aos usuários.

Presentes em todos os 24 campi da UNEB, os cursos de Licenciatura do PARFOR serão beneficiados com a iniciativa, tendo em vista que as Brinquedotecas configuram-se em um ambiente para desenvolvimento das práticas pedagógicas apreendidas em sala por meio da facilitação da aprendizagem. Além disso, o empreendimento tem como meta trabalhar o educar no sentido pedagógico amplo, contribuindo para a formação de professores da educação básica na rede pública em atendimento à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBN, especificamente no que se refere ao desenvolvimento integral do aluno.

A implantação atende ainda à necessidade de que seja disponibilizado um espaço voltado à ludicidade, a fim de que a criança possa exercer o seu direito de brincar, conforme estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente de julho de 1990, artigo 16 e inciso IV: “o direito à liberdade de brincar, praticar esportes e divertir-se”.

8  102 1 22

15 179  19

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: